Enfim, senti que tudo ia desmoronar quando senti sua falta. Aquele momento que percebi que você está tão longe de mim e eu não sei mais o que fazer e só queria um abraço seu. Eu sei que tudo o que passamos no passado ainda reflete no presente e eu desejo acima de tudo que isso passe o mais rápido possível e leve toda essa tristeza embora. Quando tudo aquilo aconteceu, eu perdi meu chão, entrei em um mundo obscuro, eu mal conseguia dormir. Vou te contar que meus pensamentos não foram legais, tentei desistir de tudo e de todos, isso só Deus sabe.

A quem eu iria recorrer e desabafar se essa pessoa era você? Então você foi e eu fiquei. Com todos os textos, fotos e recados espalhados no chão do quarto (que inclusive mudei recentemente pra levar toda essa escuridão pra longe), e a única esperança que eu tinha era esperar.

E eu esperei. E você voltou. Porém, já não era você, era um alguém mais maduro, forte, diferente do normal. Não vou mentir, não gostei, mas aprendi a me acostumar e isso hoje me deixa feliz. Enfim quando senti sua falta quis chorar, espernear, gritar por você, mas só iria fazer eco e incomodar mais ainda e se tem algo que eu aprendi com você no passado é que devemos continuar seguindo em frente.

Pulando as pontes e abrindo as portas, e isso querido eu vou levar no coração, mesmo com toda essa saudade tomando 95% dele. Então quando você voltar de novo e for embora de novo apenas faça um pequeno favor: me abraça forte, porque pode ser a última vez.


Deixe um comentário