Livro: Escrito sob Fogo e Sangue - A Decisão
Autora: Adrieni Yassine
Editora: Novo Século
Páginas: 197
Tempo de leitura: -PERDI AS CONTAS-
Nota: 5

SINOPSE: Escrito sob fogo e sangue - A Decisão, é uma viagem no tempo, em um futuro no qual o mundo é muito diferente do que conhecemos hoje. As histórias de amor e de luta são recheadas de magia, fogo e sangue. As raças expulsas, bruxas e magos iniciam seu retorno para o planeta azul. Elas se misturam, se amam e se odeiam. Afinal, viveram com os humanos. O equilíbrio está na superação individual, e as diferenças são marcados por Kir e Destroc, os pais do redentor, aquele que unirá as forças de todas as raças. Mas esta história teve seu início há muitos séculos. O passado e o futuro se misturam no inacreditável. A esperança dos humanos, o sangue que alimenta os vampiros, o impulso animal que protege os lobisomens e a magia e o fogo que orienta os magos e bruxas.
 
Bom, não sei nem como começar essa resenha. O que fazer quando você não gosta do livro e precisa resenhá-lo? EU tentei, tentei e penei pra chegar no final, a escrita e o desenrolar da história me confundiu demais. Uma hora a narrativa é em 1ª pessoa e depois é em 3ª, ta certo que o livro é de ficção, maaaaaas até para esse gênero eu achei muito exagerado no ambiente e nos personagens, e a impressão que eu tive era que os personagens eram quase todos iguais, não teve evolução, uma pena já que eu fiquei muito ansiosa pra ler essa obra.

O livro conta a história de Kir, o brilho da vida, e os quatro elementos da natureza lideradas por Lanah. Juntas elas precisam reorganizar o equilíbrio da Terra em 12 anos, cada uma com seu papel principal, porém Kir tem a maior delas: precisa fazer o malvado mago Destroc voltar a ser um mago do bem, e desistir de destruir a terra. 

A história vai se desenrolando e percebemos alguns pontos importantes, além do amor: o perdão, a esperança e a perseverança. Algumas partes eu gostei, principalmente nos monólogos da Lanah. Tudo no livro acontece muito rápido, as cenas são contadas rapidamente cortando alguns pontos importantes como a adaptação dos personagens na Terra, a aceitação de Destroc para o bem, isso me incomodou um pouco.


Eu havia curtido muito a capa e a sinopse, encontrei uns errinhos de gramática e a história não me conquistou, as folhas são amareladas e as letras bem legiveis. Acho que a autora poderia ter explorado muito mais da história e não só focar no romance entre Kir e Destroc. Percebemos que uma das influências da autora é o espiritismos e reencarnações, vemos também que alguns personagens já tiveram outras vidas. A leitura era pra ser supostamente rápida, já que o livro tem apenas 197 páginas, é uma peregrinação pelo vale dos livros ruins, realmente uma pena.

Muitos personagens, cada um com uma personalidade, cenários um pouco confusos, uma mistura de vampiros, lobisomens, bruxas, um pouco de cristianismo, isso tudo me deixo tão perdida que nem sei mais o que falar. Esse livro é o 1º de uma trilogia, e realmente espero que isso seja resolvido nos próximos livros, essas pontas soltas, esses links abertos. É claro que essa é a minha opinião, se você leu e gostou fico feliz, só acho uma pena não ter funcionado comigo!

Mas mesmo assim, agradeço a parceria da Adrieni e desejo que ela tenha muito sucesso, porquê o livro tem potencial se for revisado e menos confuso.

Deixe um comentário